sábado, 21 de julho de 2007

Fragmentos da Menina da Lancheirinha



-Mamãe o que são górgonas?

Não tive a resposta num decreto, falei da relação com as gárgulas das catedrais que se mostravam monstruosas para afastar o mal. Não convenci nem a mim, e hoje precisei ver isso mais a fundo.

Giuliano explicou pra mim através de uma pergunta a conexão da minha “miopia” com o ser que eu era.
Minha “miopia” impediu que visse as górgonas da minha infância...Essas guardiãs do inconsciente que fazem de seu aspecto tenebroso, um aviso que ainda é cedo para entrar no reino interior e enxergar seu horrores, eu entrei muito cedo sem perceber, talvez não visse coisas tão medonhas assim, ou via e me adequava sem muito medo, por isso é tão difícil pra eu equacionar esses dois mundos. Sempre se intercalavam naturalmente...
Por isso tanta fantasia, por isso a coragem, por isso a falta de limites...

Por isso; eu...

3 comentários:

B disse...

por isso..VOCÊ
AMOTE

Fernanda Passos disse...

por isso vc é maravilhosa, talentosa.........Linda.
bjs.

Virginia disse...

Acho q vc mais do que ninguém equaciona muito bem sim esses dois mundos...