sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Póspacto




Um dia devo ter feito alguma aposta com o demo e perdi, essa minha mania de achar que sempre vou ganhar às vezes me deixa na mão, e deixou.
E como todas as coisas ‘mito-lógicas’ substanciais se escondem por trás da ‘imemória’; esqueci.
Lembrei num espasmo inconsciente desses que baixam ou sobem até nosso entendimento por um cordão prata e lilás que posto tais cores de lado; é também nosso acesso intangível ao mundo dos Deuses constelados.
Foi numa paisagem árida que vi a mim mesma entregando à besta fera o último alforje de moedas para dizimar minhas pendências infernais.E entreguei para o dissabor da criatura nitidamente descrente da minha autocomiseração.
Ainda vai tentar por dados na mesa outra vez, iludir minhas mazelas com novas tentações, vai colocar o néctar e a Ambrósia numa bandeja de ouro e servir-me disfarçado de taverneiro caridoso no meu caminho de volta. Jamais me deixará em paz; desafia-lo uma vez é para seu cerne, pacto perpétuo. Não ligo...
Já sei ver suas marcas nas cerejeiras e nos grãos de areia, percebo sua ira no vento e tiro dela forças para tornar meus passos mais leves.
Levarei comigo a obrigatoriedade da observação dilatada, afio como espada, todos meus sentidos.
Só me resta dizer a meu imortal perseguidor:
-Obrigada.
"Bom seria que todos tivessem dois olhos vermelhos sempre a espreita..."

8 comentários:

Virginia disse...

Meus olhos não são vermelhos mas estão sempre "de olho" nos seus textos...rsss..

... disse...

... puxa Heloisa, seus textos são maravilhosos... li no perfil do seu orkut que você já está com vários trabalhos publicados, que bom... parabéns. Eu tive um conto publicado no ano passado, em um livro da editora Andross... de resto, só os blogs... estou com esse agora Retice (www.reticere.blogspot.com) tá começando agora, mas acho que vai dar certo, são três pessoas, eu e mais um amigo escrevendo e uma amiga nossa que é artista plastica ilustrando... depois passa por lá e deixa seu link, por favor... será um prazer vir aqui todos os dias...
beijão, se cuida!

Heloisa disse...

obrigada..mas quem é vc? ontem me enviaram um convite da reticere...como posso participar?

jorgeanabraga.zip.net disse...

primeira vez que aqui venho, voltarei sempre.posso linká-la?

Mão Branca disse...

dá-lhes covinhas! fera!
beijos

Márcio disse...

As vezes só nos resta suspirar por não ter esses olhos!!

Fernanda Passos disse...

Fantástico Heloisa.
De vez em quando meus olhos ficam vermelhos. Acho q é bom, né?
;)
Feliz ano novo(velho) pra vc escritora maravilhosa.

Um beijo grande.

Assis de Mello disse...

Oi Helô Fawcett !! rss
Que coisa mais forte as imagens desse texto !!!
Amei.