sábado, 28 de julho de 2007

Fragmentos da Menina da Lancheirinha


Kardex...


Fiz um roteiro maluco, com certeza havia algum melhor, pegamos o trem em Paris para Le Mans (sim, a cidade das mil milhas) e depois mais um até Avranches, a cidade que nos disseram ficar mais próxima de Saint Michel.
O trem para Normandia não era em nada parecido com um TGV, rastejava lento como a paisagem, ao longe começaram a aparecer as primeiras casinhas típicas da Normandia, via as vilinhas gaulesas de “Asterix” que eu tanto amava, e numa elucubração imaginei “Kardex” ainda como druida divagando com “Panoramix” numa floresta:

-Um dia numa outra encarnação vou criar um nova religião...
-O que é religião?
-É fazer o povo acreditar, ter uma meta, algumas regras, fazer o bem...Acreditar em Cristo.
-Quem?
-Jesus; ainda não nasceu...
-Você quer alguma poção para febre? Logo ali há um carvalho.
-Por quê? Acha que estou maluco?Tenho visões!
-Acredito em suas visões, não acredito em intermediários entre homens e Deuses.É isso que me parece esse sistema que chama de religião.
-Hora, não somos mais ou menos isso?
-Claro que não, só conduzimos os ritos, os homens observam a natureza e de acordo com ela, a de fora e a de dentro, convocam os Deuses e procedem de acordo com sua ética, e assim dependendo de sua conduta, podem tornar-se um deles ou não. É nisso que acreditamos...
-Me parece desregrado demais..
-A tempestade avisa quando vai derrubar nossas casas? Os campos não nos surpreendem com boas ou más colheitas?
-Sim, por isso para trazer paz ao homem e não deixa-lo a mercê da natureza é que devemos protegê-lo...
-Se o homem fugir da Natureza que está fora, e não sofrer suas intempéries jamais vai saber cuidar de sua Natureza interior, mas não se ofenda com minhas palavras, também tenho minhas visões, em breve virão os romanos “reformados” e nos forçarão a transformar nossos Deuses em um. Deve ser este ao qual você se remete.
-Acha que devo fugir do meu destino?
-Não, mas tente ser uma pouco diferente, se é que me entende..

4 comentários:

Virginia disse...

� dificil fugir do destino, mas muitas vezes temos q tentar n�o pra ser diferente, mas pra ser mais feliz.

Assis de Mello disse...

My dear Mrs. Fawcett,
Esse foi de cair o queixo !! AAAAdorei o texto.
uhuuuuuuuuuuu

Fernanda Passos disse...

Determinismo x Liberdade ou Acaso .
Fico com os dois últimos.
;)
Fantástico.

M Fer disse...

Original e criativo, como sempre (Kardex, rsrsrsss)
As pessoas são pregioçosas, muito. É mais fácil ter um manual (q fica parado no tempo) do que ir atrás de nossa própria "religação", sem manual nenhum . . .isto, se alguma vez esta ligação foi cortada realmente, ou apenas "ruidada", "dicotomizada" (hua huahua, como vc é chata!!!rsrsrss) . . .
Pq definir como religião o pensamento de alguem? Q merda isto!!!!
Colocam os pensamentos dos humanos em um altar, proibindo contestações e críticas, q merda isto mais uma vez!!!
Kardec teve seu mérito, assim como mtos filosofos, q nos ajudam para uma reflexão, porem, não para uma cega reflexão . . Q merda triplamente tudo isso!!!
Adorei o texto!!!!!